restaurantes

Quase 40% dos restaurantes em Portugal pode entrar em insolvência

Um inquérito da AHRESP revelou ainda que a faturação no último mês esteve muito abaixo de um período homólogo.
Muitos ainda estão em lay-off.

Os próximos meses não serão fáceis para o setor da restauração. De acordo com o último inquérito realizado pela AHRESP, a Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, 38 por cento dos restaurantes pondera mesmo entrar em insolvência devido aos elevados encargos e à falta de receitas.

Este inquérito foi feito a 1418 empresas do setor entre os dias 29 de junho e 1 de julho. A par da intenção de abrir insolvência estão os fracos resultados em termos de faturação. Durante o mês de junho, 24 por cento dos restaurantes registou perdas superiores a 40 por cento no período idêntico ao do ano passado.

Quase 70 por cento dos inquiridos ainda se vai manter em lay-off durante o mês de julho. Cerca de 54 por cento admite mesmo que sem esse apoio não iria conseguir pagar os salários.

Outro dos fatores preocupantes é o desemprego que daqui será gerado. Mais de 20 por cento admite que até ao final do ano não irá manter todos os postos de trabalho. Cenário semelhante para os alojamentos turísticos. Muitos ainda continuam encerrados e não esperam conseguir uma taxa de ocupação superior a 25 por cento durante esta época alta, até setembro.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT