restaurantes

Neste restaurante janta-se com pandas fofinhos para manter a distância social

Este espaço em Banguecoque, na Tailândia, reabriu com as cadeiras vazias, mas depois optou por colocar bonecos de peluche.
Comer em boa companhia.

Muitas são as formas criativas de ocupar lugares vazios em restaurantes para se garantir o distanciamento social. Depois dos cartazes de pessoas nas esplanadas e dos chapéus com bóias de piscina para os clientes, houve um espaço que deu uma companhia extra a quem o visita tanto aos almoços como aos jantares: pandas fofinhos.

Quando reabriu depois do confinamento, o Maison Saigon, em Banguecoque, na Tailândia, tinha colocado as cadeiras vazias nas mesas para que fosse respeitada o distância entre as pessoas. O responsável achou que assim o espaço ficava um pouco despido e decidiu colocar os peluches.

Ficam ao lado dos clientes.

“Antes, tínhamos apenas uma cadeira para as mesas onde o cliente ficava sozinho. Mas, para mim, parecia estranho, então pensei em dar-lhes alguma companhia”, explicou à “Reuters” Natthwut Rodchanapanthkul, o proprietário do restaurante.

Agora quem visitar o espaço come sempre acompanhado pelo um boneco panda. Há uns com chapéus vermelhos, outros em creme e outros sem nada. Os clientes têm gostado desta iniciativa, até tem feito várias publicações nas redes sociais e dizem que se sentem menos sós a comer.

Ocupam os lugares vazios.

Mais uma ideia original para não deixar os lugares vazios e dar uma nova decoração ao espaço. Desde o início de maio que a Tailândia tem vindo a levantar algumas das restrições. Já é possível frequentar restaurantes e cafés, algo que não era permitido nas últimas semanas.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT