Restaurantes

Startup portuguesa cria solução para ver a ementa dos restaurantes no smartphone

Por não exigir qualquer software ou aplicação extra, o Zwypit pode ser visto facilmente através do browser do telemóvel.
Evita o risco de contaminação.

Há uma nova plataforma de comunicação que serve substituir a ementa do restaurante pelo telemóvel dos próprios clientes. Os indícios de que o novo coronavírus pode ficar várias horas nos objetos indicam que o toque pode ser uma forma perigosa de contaminação, sobretudo numa fase em que os espaços públicos começam gradualmente a reabrir no nosso País.

A Zwypit é uma possível solução para o problema do contágio dentro dos restaurantes. O programa criado por uma startup portuguesa permite aos espaços criar um conjunto de slides com os pratos do menu, que podem depois ser partilhados com os clientes através de um QR Code, email, mensagem, WhatsApp ou redes sociais.

Por não exigir qualquer software ou aplicação extra, a ementa pode ser vista facilmente através do browser do telemóvel. Grupo Pasta Non Basta, Pateo do Petisco e Restaurante Prazeres da Carne são alguns dos 400 restaurantes que já usam o programa.

Os planos de subscrição da Zwypit incluem vários templates, um período experimental, slides criados e editados de forma intuitiva, botões de contacto direto e analytics em tempo real. Custam entre 7,50€ por mês para um restaurante e 55€ para até 10 espaços.

O projeto foi desenvolvido pelos portugueses Martim de Barros e Pedro Faria, que também criaram um canal de comunicação digital — o Zwypit Boost Your Network — que serve para marcas, empresas e profissionais fazerem networking. Todas as informações sobre a plataforma estão disponíveis no site.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

AGENDA NiT