Restaurantes

Calavera: nachos e tequila no novo mexicano da Ericeira

Abriu no início de maio é uma boa sugestão a seguir a umas horas de surf. Há margaritas, burritos e quesadillas para os novos fins de tarde da vila.

Além de restaurante, também é um bar de tequila

“Comida mexicana sabe sempre bem depois de umas horas de surf.” Quem o diz à NiT é Joana Rocha, surfista e uma das responsáveis pelo novo restaurante da Ericeira. Chama-se Calavera, abriu no início de maio e tem uma ementa e decoração dedicados ao México. Nachos, burritos, quesadillas e tequila são algumas das sugestões para os novos fins de tarde na vila.

“Sempre quis abrir um restaurante mexicano, por isso juntei-me a mais amigos que tinham o mesmo desejo e inaugurámos o Calavera.” Em apenas um mês, Joana Rocha e outros quatro sócios tinham o sonho concretizado. Laura D´Anna, uma das sócias, é chef de cozinha na Califórnia, nos Estados Unidos, e foi a responsável pela criação do menu.

Há nachos com pasta de feijão preto, queijo, sour cream e molho de tomate (5€), outra opção que junta ainda pernil de porco ou frango assado (7€), chips de tortilha com molho de tomate (3€), guacamole (6€), queijo fundido (4€) ou chouriço e vários queijos (6€). Na carta existem também duas variedades de burritos — vegetariana (9,50€) e tradicional, com queijo e chouriço (9,50€) — e uma quesadilla com queijo de Azeitão (5€).

Além de restaurante, o Calavera funciona como bar. A cozinha está aberta até às 23 e as duas horas da manhã. É do balcão de bar que saem todas as sugestões. A Corona, a conhecida cerveja mexicana, faz parte da lista de bebidas, claro. Têm mais de dez marcas de tequila, como a Patrón ou a 1800, que servem em versão pura, mas também em diversos cocktails, como as margaritas — custam entre 2€ e 10€.

O restaurante tem uma capacidade total para 40 pessoas, entre esplanada e interior. A decoração, com muita cor e caveiras por todo o lado, foi criada pelos artistas Daniela Schone Machado e Rui Alexandre, amigos dos cinco sócios.

Joana Rocha, 37 anos, foi surfista profissional. Começou a competir em 1995 e foi uma das grandes impulsionadoras do desporto entre o público feminino com a criação de encontros exclusivos para mulheres. Vive na Ericeira e depois de ter deixado as competições, abriu em 2013 um hostel na vila, o Chill In Ericeira.

Carregue na foto para conhecer melhor o novo Calavera.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua dos Ferreiros, 2, Ericeira
    2655-319 Ericeira
    Grande Lisboa
  • HORÁRIO
  • Das: 23:00
  • Às: 02:00
  • Fecha terça-feira
PREÇO MÉDIO
Menos de 10€
TIPO DE COMIDA
Mexicana

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT