gourmet e vinhos

Kopke lança uma edição especial com vinho do Porto de 1940

A marca colocou à venda pela primeira ao mesmo tempo as colheita de branco e tawny desta referência.
É uma colheita especial.

Estávamos em ano de segunda guerra mundial, mas mesmo assim não se deixou de fazer vinho em Portugal, e que se pode beber ainda hoje. A Kopke colocou no mercado duas referências muito especiais de 1940, o branco e o tawny. É a primeira vez que são colocadas à venda em conjunto.

O ano de 1940 não foi muito famoso no que ao clima diz respeito, o que faz com que estas referência sejam algo raras. Houve muita chuva no inverno e também na primavera. O verão trouxe o típico tempo quente, mas também alguns incêndios que afetaram as vinhas.

O Colheita White junta as cascas Viosinho, Gouveio, Rabigato e Malvasia Fina. Tem notas a ameixa e avelã. Já o Colheita Tawny, também de 1940, juntou Tinta Cão, Tinta Roriz e Touriga Nacional. Apresenta notas a madeira, especiarias e café.

A Kopke é a casa mais antiga de vinho do Porto. Foi fundada em 1638. Todas as uvas usadas chegam da Quinta de São Luiz, na margem esquerda do Douro, perto do Pinhão.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT