Gourmet e Vinhos

5 coisas que nunca deve levar para o supermercado em tempos de pandemia

Numa época de exceção, há que tomar medidas de proteção extra. Estes são os artigos que devem ficar em casa.
Ir às compras tornou-se desafiante.

A pandemia do novo coronavírus veio alterar a vida de todos. Pequenas tarefas habituais, como ir ao supermercado, ao restaurante, ao cinema ou ao café, foram interrompidas, alteradas e são agora um desafio onde é necessário seguir várias regras.

Especialistas afirmam que enquanto não existir uma vacina ou um medicamento eficaz no tratamento da Covid-19, o retorno à normalidade não será feito totalmente. Além do uso de máscaras comunitárias, há outras medidas de prevenção que devem ser tomadas em conta.

Ir ao supermercado, por exemplo, pode ser atualmente uma atividade que além de essencial, traz bastante stress. Para aliviar a preocupação, o site “Eat This” reuniu alguns itens que pode deixar para trás.

Reduzir as distrações e os possíveis ímanes de germes, que podem ficar em casa ou no carro, ajudam na prevenção e a dar mais confiança nesta tarefa. O uso de máscara é absolutamente essencial, porém, conheça aquilo que, por outro lado, não deve levar consigo nas idas às compras — e as luvas são uma delas.

Telemóvel

É certo que a maior parte das pessoas já não vive sem o telemóvel. E se acha que tem auto controlo suficiente para o colocar no bolso, ou na carteira, e não lhe tocar durante as compras, então pode levá-lo. Porém, se vai atender chamadas, responder a mensagens ou verificar o email, é melhor deixar o smartphone no carro.

“Tocar em produtos da loja e depois no nosso smartphone várias vezes, leva ao aumento da possibilidade de transformar o telemóvel num terreno fértil para bactérias e vírus”, explica a médica Lina Velikova, ao “Eat This”. Além disso, estas distrações levam a que percamos o foco na tarefa, podendo aumentar o tempo que passamos no supermercado, ou a não verificarmos se cumprimos o distanciamento social.

Se estiver sempre a tocar, o melhor é deixar em casa.

Sacos reutilizáveis

É, obviamente, a medida mais ecológica no que toca às compras. Porém, e excecionalmente durante a pandemia, esta prática deve ser interrompida temporariamente.

De acordo com um estudo publicado no “Journal of Environmental Health”, em 2018, este tipo de sacos podem transportar vírus durante as idas ao supermercado. Se optar pelo seu uso, deverá lavá-los no fim de cada utilização.

Luvas

Pode parecer algo bizarro, mas vários especialistas não aconselham o uso de luvas durante as compras. Não pela proteção que conferem, mas pela falsa segurança que leva a possíveis comportamentos de risco.

“As luvas acabam por agir como uma segunda pele, e quem as usa pode sentir-se seguro e tocar em tudo na loja. Ao tocar em vários objetos com as luvas, pode-se espalhar o vírus de umas coisas para as outras, incluindo a nossa cara, carteira”, esclarece a médica Rashmi Byakodi, à mesma publicação.

O melhor é sempre usar os cartões.

Dinheiro

O dinheiro sempre foi visto como uma forma de espalhar bactérias, por passar pelas mãos de tantas pessoas. Durante esta pandemia, o mais seguro serão sempre os pagamentos contactless.

Opte pelos cartões de débito ou crédito — alguns estabelecimentos já têm a opção de pagamento também por MBWay. E, no final de cada pagamento, desinfete sempre as mãos.

Crianças

Os miúdos são sempre imprevisíveis e curiosos. É normal tocarem nas prateleiras ou nos produtos disponíveis. Além disso, não estão tão atentos ao cumprimento do distanciamento social nem habituados ao uso constante da máscara.

Por isso, sempre que possível, não leve os filhos às compras. Pode também optar pela compra online. Todos os hipermercados dispõe já de entregas ao domicílio.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT