Cafés e Bares

Bares e discotecas vão reabrir mas com regras semelhantes às dos cafés

Em Lisboa, espaços vão estar obrigados a fechar às 20 horas, a não ser que tenham serviço de jantares.
Reabertura com muitas limitações.

Foi em meados de março que o País parou e os estabelecimentos de diversão noturna foram dos primeiros a encerrarem portas. De então para cá, temos vivido uma reabertura faseada, mas os bares e discotecas continuavam a ter de manter as portas fechadas.

O “Público” revela esta quinta-feira, 30 de julho, que os bares e discotecas vão poder reabrir. As regras de funcionamento, no entanto, serão semelhantes às aplicadas atualmente em cafés, pastelarias e casas de chá. O tema vai estar hoje em cima da mesa em Conselho de Ministros.

As regras têm também diferenças em função da zona do País. Explica o mesmo jornal que, na Área Metropolitana de Lisboa, todos os estabelecimentos continuarão a ter de fechar às 20 horas. A exceção continua a ser o serviço de jantares, que passa a ter a meia-noite como limite de entrada e a ter de fechar obrigatoriamente à 1 hora da manhã.

O facto de as regras aplicadas a bares e discotecas serem as mesmas dos cafés implica que estes estabelecimentos também não vão operar como espaços de dança e de convívio próximo entre clientes.

Discotecas e bares com espaço ao ar livre vão poder reconfigurar a zona como esplanada. Isto inclui colocar mesas em zonas que antes da pandemia eram espaços de dança ao ar livre. As refeições que vão poder servir são apenas as consideradas ligeiras. A colocação de mesas de esplanada terá de respeitar as normas de distanciamento e de lotação máxima que têm sido promovidas pelas autoridades de saúde.

Este setor tem protagonizado protestos e pedidos de revisão das normas devido ao impacto financeiro que o encerramento prolongado está a ter. Um inquérito da Deco conhecido esta quarta-feira, 29 de julho, realçava que três quartos dos portugueses ainda evitava espaços públicos que têm estado a funcionar — como é o caso de transportes e restaurantes.

ÚLTIMOS ARTIGOS DA NiT

NiTfm

AGENDA NiT