NiTfm live

restaurantes

Nestes coreanos em Lisboa é o cliente que grelha as carnes na mesa

Há ainda outros espaços na cidade com sugestões à carta, como ramen, panquecas e guisados.
Há sugestões para fazer os próprios na mesa.

Pela primeira vez na história do cinema, um projeto de língua não inglesa ganhou o Óscar de Melhor Filme. Quem levou a estatueta para casa foi a produção sul coreana “Parasitas”. Depois da gala dos prémios de Hollywood, houve quem tenha acabado a noite a comer hambúrgueres vegan, mas podia antes ter aproveitado para conhecer propostas da Coreia e da Coreia do Sul. Não estamos em Los Angeles, é certo, mas em Lisboa também existem vários restaurantes dedicados a este tipo de gastronomia.

Uma das sugestões é o K-Bob que abriu em 2019 na zona de São Sebastião. Daeeun Hong é um dos responsáveis pelo projeto. Esteve em Portugal há uns anos a dar aulas de taekwondo e chegou com a mulher para inaugurar um espaço com pratos típicos do país. O ovo cozido ao vapor com cebolinho e o guisado de frango com rebentos de feijão e molho picante são algumas das sugestões.

Em grande parte das sugestões coreanas que existem em Lisboa é o cliente que grelha as carnes na mesa. Carnes, peixes e vegetais chegam em travessas. Todos os ingredientes vêm crus. Depois é só confecioná-los no ponto que mais desejar. É assim no BBQcome, em Campo de Ourique, mas também no Han Table Barbecue, no Campo Mártires da Pátria, com direito a grandes exaustores por causa do fumo.

Também no mercado de street food oriental do Martim Moniz existe um espaço com petiscos da Coreia. Assim que sobe as escadas, vá pela direita que chega lá. O espaço também está identificado com a bandeira do país.

Carregue na galeria para conhecer os restaurantes coreanos de Lisboa.