NiTfm live

restaurantes

Meat Me: as melhores carnes do mundo estão no novo restaurante do Chiado

No mais recente projeto do grupo Sea Me pode experimentar as sugestões do espanhol El Capricho.
As melhores carnes do mundo estão em Lisboa.

Já não precisa de ir a Espanha para experimentar a melhor carne do mundo. O Meat Me abriu esta quarta-feira, 20 de março, no Chiado, e tem algumas sugestões do espanhol El Capricho, considerado pela revista americana “Time” e pelo jornal inglês “The Guardian” um dos melhores restaurantes para provar peças maturadas. E percebe-se o alarido: o espaço de Jimenez de Jamuz é também uma quinta onde são alimentados e tratados mais de 15 bois de raças ibéricas. Teve ainda direito a entrar num documentário da Netflix, “(R)evolução da Carne”.

O chuleton de vaca e o de boi são apenas algumas das especialidades que saem todos dos dias da câmara frigorífica do novo Meat Me para serem expostos na montra de carne do restaurante. Aí está um sommelier que explica ao cliente tudo sobre as peças que estão à vista. Algumas são vendidas a peso e passam para um dos três fornos da cozinha: o churrasco, a parrilla ou a robata.

Este é o mais recente projeto em Lisboa do grupo Sea Me, que detém, por exemplo, os espaços do Prego da Peixaria ou o Soão, a taberna asiática de Alvalade. Já está a ser pensado há alguns anos mas, depois de ser projetado para uma localização, foi mudado para a Rua Duques de Bragança, a mesma da Pizzaria Lisboa e do Cantinho do Avillez. Tomás Pires é o chef responsável. 

É um restaurante dedicado a carnes, como se percebe não só pelo nome, mas também pela montra. Além desta apresentação, pode ver todas as sugestões na carta. O menu está dividido por animais.

Na vaca e boi encontra os tais chuleton (desde 235€ o quilo), mas também o lombo (27€), a vazia com osso (195€, o quilo), o wellington (25€), ou o tártaro de novilho (21€), que também chega do El Capricho. Depois tem o porco, com piano de leitão à Bairrada (17€) e o piano de porco preto com barbecue (19€); e as aves, como o espeto de asas de frango picante (14€) ou o frango asiático (16€).

O restaurante tem um sommelier de carnes que explica tudo sobre as diferentes peças

Os acompanhamentos são pedidos à parte. Tem a salada com tomate, queijo de São Jorge e nozes (7€), o xerém com tomate assado (6€) ou o arroz de morcela com verde tinto (6€). Partimos logo para os pratos principais, mas há muitas entradas que vale a pena pedir.

Os enchidos são sempre cortados finamente ao momento. Tem a paiola de porco preto (15€), o presunto de porco preto (19,50€), ou a cecina de boi (19€). Há ainda um cremoso de batata com aioli picante (11€) ou a burrata com granizado de manjericão e pinhões (19€). 

Tudo foi pensado ao pormenor no Meat Me. No teto de uma das áreas do piso inferior estão mantas da Mizzate, uma fábrica alentejana; as fardas foram feitas à medida para cada empregado; algumas das mesas têm um botão para chamar o sommelier de vinho; e há perfumes especiais na casa de banho, que pode usar à vontade. Aqui sentam-se 54 pessoas.

No piso superior, numa espécie de mezzanine, funciona apenas o bar, com várias criações do bartender Vasco Martins. Há opções mais clássicas e outras de autor, que conjugam bebidas premium — como é o caso do whisky Glenffidich — com produtos e opções bem portuguesas, como o queijo de Azeitão ou o medronho. Nesta área há espaço para 40 pessoas, contanto com os lugares ao balcão, a zona da biblioteca e os lugares de pé, onde é possível espreitar o restaurante e as carnes.

Mais perto do verão está prevista a abertura de uma esplanada no exterior onde será possível experimentar todo o menu.

Carregue na galeria para conhecer melhor o novo Meat Me.

localização, contactos e horários

morada
  • Meat Me [ver mapa]
    Rua Duques de Bragança, 9, Lisboa
    1200-027 Lisboa
    localizações
    Lisboa, Chiado
site e redes sociais
horários
  • Das: 12:30
  • Às: 15:30
  • Das: 19:00
  • Às: 00:00

ficha técnica

tipo(s) de cozinha
Steakhouse
intervalo de valores
Entre 30€ e 50€