NiTfm live

Restaurantes

McDonald’s: já há restaurantes em Portugal com palhinhas de papel

Para já é apenas de um teste piloto. Há dois restaurantes da cadeia com estas palhinhas: um em Lisboa e outro em Vila Nova de Gaia.
Ficam em Lisboa e Gaia.

A McDonald’s está a testar palhinhas de papel em dois restaurantes portugueses. Desde setembro de 2018 que a cadeia substituiu o produto, anteriormente de plástico, para esta solução mais sustentável no Reino Unido e na Irlanda.

A medida tem causado, no entanto, alguma controvérsia uma vez que o material usado é reciclável mas não pode ser reciclado depois de ser usado. Tal acontece devido à espessura das palhinhas que foi criada depois do primeiro lote se desfazer.

Segundo o jornal “Público”, a cadeia já está a realizar um teste-piloto em Portugal onde são dadas palhinhas feitas 100 por cento de papel.

“A McDonald’s Portugal lançou, no dia 11 de Junho de 2019, um teste-piloto de seis meses, disponibilizando aos consumidores palhinhas em papel, com o objectivo de identificar soluções sustentáveis e amigas do ambiente, em alternativa ao uso de palhinhas de plástico nos restaurantes. Tal como acontece com a McDonald’s Reino Unido, estamos a trabalhar com os nossos fornecedores de gestão de resíduos para encontrarmos uma solução de reciclagem mais sustentável”, refere a empresa, citada pelo jornal.

O teste está em vigor no estabelecimento da Avenida D. João II, em Vila Nova de Gaia, e no da Rua Gregório Lopes, no Restelo,​ em Lisboa. Outro medida implementada em todos os restaurantes da McDonald’s foi passar a disponibilizar palhinhas apenas quando os clientes as pedem.

A McDonald’s está a trabalhar numa solução para a transição do plástico para o papel, mas aconselha a que as palhinhas de papel sejam colocadas no lixo normal. Explica, no entanto, que esta é uma solução temporária. A partir de setembro, no Reino Unido, a cadeia de fast food vai deixar de usar plástico nas tampas dos McFlurry e embalagens de salada. Ainda não se sabe quando estas medidas chegam a outros países, incluindo Portugal.