NiTfm live

restaurantes

Kitchen Dates: o novo restaurante vegan de Lisboa onde não há caixotes do lixo

A ideia do projeto começou na Holanda e depois chegou a Portugal com brunches. Agora também serve jantares em Telheiras.
Só há lugar para 20 pessoas.

Um restaurante sem caixotes do lixo. A ideia parece algo utópica, mas já existe noutros países e acaba de chegar a Portugal. O Kitchen Dates abriu no final de outubro em Telheiras.

Para compensar a falta de lixo, há um elemento fundamental na cozinha deste espaço: uma compostora eléctrica, a que chamam Eva, e que transforma toda a matéria orgânica em apenas 24 horas. E falta referir que este é um restaurante vegan, não entram ingredientes de origem animal e tudo o que usam chega de produtores com culturas a menos de 50 quilómetros.

O projeto é do casal Maria Antunes e Rui Catalão. Viviam em Amesterdão, na Holanda, quando começaram a ter hábitos de alimentação mais sustentáveis. Primeiro deixaram de consumir produtos processados. Depois eliminaram as as carnes, peixes, mariscos, laticínios e ovos. Tornaram-se vegans e a curiosidade dos amigos levou-os a criar uma conta de Instagram onde partilhavam as receitas que faziam em casa.

Os pratos variam todos os eventos.

Ainda em Amesterdão, em 2017, abriram a porta de casa para fazer brunches vegan. Regressaram a Lisboa e o Kitchen Dates continuou com os pequenos-almoços. O sucesso foi tal que dedicaram criar um restaurante sem caixotes do lixo e totalmente vegan.

Lançaram uma campanha de crowdfunding que terminou este verão com mais dinheiro do que aquele que tinham pedido: 12 086€ — estavam a pedir 10 mil. É no restaurante de Telheiras, na Rua do Seminário, e também no site, que estão escritos os nomes das várias pessoas que contribuíram para esta campanha.

O Kitchen Dates só tem lugar para 20 pessoas numa única mesa partilhada, que foi criada a partir de sobras de madeira. Já as cadeiras são em segunda mão e mais ajudas para o ambiente estão na casa de banho. A água do lavatório é reaproveitada para as descargas na sanita. Na cozinha não há gás, tudo é alimentado por energia elétrica e renovável.

Já os ingredientes são entregues a Maria e Rui em recipientes reutilizáveis, como boiões, sacas, latas, fracos e caixas, nada de plásticos. Os menus são sempre surpresa e feitos com produtos frescos da época.

Esta é a Eva, a compostora eléctrica.

Os brunches, a refeição que deu origem a todo o projeto, acontecem aos sábados, domingos e feriados a partir das 11 horas. Já os jantares são às quartas e quintas-feiras e começam às 20 horas. As sextas são também dias de visitar o restaurante. A porta está aberta entre as 14 e 20 horas.

Para as sextas não é preciso reservar. Já para os jantares e brunch é necessário marcar através do site. Os jantares só arrancam a 27 de novembro. O primeiro dia aberto é já esta sexta-feira, dia 8.

Todo o resultado conseguido da Eva, a compostora eléctrica, é depois entregue aos produtores que usam nos seus terrenos.

localização, contactos e horários

morada
  • Kitchen Dates [ver mapa]
    Rua do Seminário, 7A, Lisboa
    1600-764 Lisboa
    localização
    Lisboa
site e redes sociais

ficha técnica

tipo(s) de cozinha
Saudável
intervalo de valores
Entre 20€ e 30€