NiTfm live

Restaurantes

Boa-Bao: há comida de todo o sudeste asiático no novo restaurante de Lisboa

No novo espaço do Chiado, há pratos da Tailândia, Vietname, Laos, Camboja, Malásia, Coreia do Sul, China ou Japão. E vão abrir mais, por todo o País.

Apesar de todos os pratos orientais, o chef é belga

Da Malásia à China, passando pela Tailândia, Japão, Laos, Camboja, Malásia ou Coreia do Sul, no novo restaurante de Lisboa é possível fazer uma viagem por (quase) todos os sabores do sudeste asiático. Chama-se Boa-Bao, fica no Chiado, no renovado Largo Rafael Bordalo Pinheiro, e é o primeiro de vários espaços que os sócios estrangeiros querem abrir em Portugal.

Um casal de um americano e uma holandesa juntou-se a um chef belga. O resultado é uma ementa com pratos como pato à Pequim com hoisin, pepino e cebolinho (9€); sopa thai de noodles de arroz com frango e camarão (12€); sopa de caril da Malásia com marisco e noodles de ovo (14,50€); salada thai de carne de vaca (14,50€). A gastronomia é tradicional asiática — e o objetivo foi não adaptar os pratos ao gosto europeu.

Também há frango marinado em molho tamarindo com pimentos (8,50€), tofu com cogumelos (8€), frango picado com ervas thai (12,50€), ou salada de cogumelos com polvo grelhado (14,50€).

Gregg e Nathalie Hupert conhecem Chris Gielen há mais de 20 anos. Ele é o chef belga que trabalhou vários anos na cadeia Lucy Chang no seu país, também dedicada à comida asiática. Depois de vários projetos onde trabalharam juntos como investidores, decidiram mudar-se para Portugal. Gregg e Nathalie Hupert já passavam férias no País há vários anos, sempre uma semana por verão, e a irmã de Chris Gielen vive no Algarve.

Deixaram-se levar pelo espírito português, em que está sempre tudo “na boa”, e foi por ouvirem esta expressão tantas vezes que decidiram adotá-la para o nome do restaurante. O “bao” veio da China: significa “precioso”. Estão previstas aberturas de novos espaços por todo o País, mas ainda sem datas previstas. Deverá abrir um Boa-Bao em Cascais, outro no Porto, e mais um em Lisboa, na zona de Alfama.

Outra das especialidades é a comida feita no wok. É o caso do pad thai de camarão com noodles de arroz, ou vegetariano com rebentos de soja (15€); arroz frito com frango e ovo (14€); carne de vaca em molho de feijão preto chinês (16€); japchae, com noodles coreanos de batata doce com carne de vaca (14€); lulas e camarão tigre preto com vermicelle (18€) ou amêijoas salteadas em molho de malagueta assada com manjericão thai (17€). Há ainda dim sum (8,50€ por seis peças), dim sum vegetariano (8,50€), ou spring rolls (6,50€).

O Boa-Bao, inaugurado a 21 de março, ocupa o espaço que era do restaurante Desatino. Antes disso, ficava ali a livraria Buchholz. Tem 100 metros quadrados e 86 lugares sentados — mas também há serviço de take away.

Carregue na imagem para conhecer o espaço e alguns dos pratos do Boa-Bao.

localização, contactos e horários

morada
  • Boa-Bao [ver mapa]
    Largo Rafael Bordalo Pinheiro, 30, Lisboa
    - Portugal
    localizações
    Lisboa, Chiado
site e redes sociais
horários
  • Das: 12:00
  • Às: 00:00
  • De quinta-feira a sábado
  • Até às: 00:30