NiTfm live

gourmet e vinhos

Tudo o que precisa de saber para organizar uma dinner party virtual

Saiba quais são as melhores apps para fazer a chamada, os petiscos que não podem faltar, os jogos e a bebida obrigatória.
Abra um vinho e tudo começa.

Os jantares e as saídas de amigos tiveram de ser cancelados. Pelo menos aqueles em que precisa de sair de casa. Mesmo na cozinha, na sala ou até no quarto pode organizar uma dinner party todas as semanas. Há pontos negativos, claro, não está ao vivo com as pessoas como gostaria, mas tem as suas vantagens — estar de pantufas e não ter de lavar torres de loiça no final da noite são algumas delas.

É muito fácil de organizar e tudo começa com uma hora combinada e uma aplicação de chamada. Se chegar atrasado entra depois na conversa, sem problema algum. Tem é de preparar o jantar, ter uns snacks para quando a fome atacar e bebida no frigorífico. A música fica também à vontade de cada um.

As apps para a chamada

Pode ser qualquer uma, mas claro que convém que tenha acesso a vídeo para não perder toda a graça. No Facebook, através do Messenger, é possível ligar-se a vários amigos. O mesmo acontece com o Skype, com o FaceTime e até com a Zoom. A House Party foi outras as apps que se tornou viral nestes últimos dias, já que dá para fazer jogos. Qualquer uma delas deve ser ligada no computador para não estar sempre a segurar no telemóvel e conseguir beber e comer à vontade. Pode sempre arranjar um tripé também.

O espaço

Estamos entre amigos, claro, mas pode sempre mostrar o melhor cantinho de casa. Ainda assim convém que seja um espaço com mesa para conseguir ter o computador e comida do jantar. Pode decorar com alguma coisa lá atrás para parecer mais interessante.

A roupa, a maquilhagem, os cabelos e afins

O armário é coisa que já não abre aí há umas semanas, mas para esta festa, mesmo em casa, pode ser arranjar-se melhor e não ficar com o pijama ou o fato de treino. Só se essa for mesmo a temática. A ideia é como se estivesse num jantar fora, por isso, pode arranjar-se como tal, mesmo em casa. Vá, os chinelos ou as pantufas podem ficar.

O guacamole é muito simples de fazer.

A comida

Aqui não vai partilhar com ninguém, por isso pode fazer o que mais gostar sem se preocupar se a Maria não gosta de grão ou se o José é alérgico ao marisco. Entradas, snacks, prato principal e sobremesa. Faça uma de cada. Coisas simples e rápidas, por exemplo: um guacamole para começar, um linguini de camarão que fica pronto em 15 minutos, ou um bolo da caneca que se prepara no microondas em dois. Maravilha.

As bebidas

Vinho, sim. É provável que não beba a garrafa completa, mas pode sempre guardar no frigorífico para o dia seguinte ou até para um cozinhado que vá fazer. Também não fica mal um aperitivo para começar e depois uma bebida para prolongar a noite de conversa com os amigos em frente ao computador.

O vinho é quase obrigatório.

Os jogos

No House Party estão garantidos, se bem que se esgotam facilmente. Pode sempre criar uma versão caseira do Pictionary, em que desenha numa folha a palavra-chave e mostra para o computador ou fazer perguntas de cultura geral — mas não vale ir ver respostas à Internet. Também existem outras aplicações à parte só para jogos que juntam várias pessoas, como o Uno. Com a Netflix Party também é possível ver um filme ou uma série ao mesmo tempo e fazer comentários.

E quando tudo acaba

Sujou o quê? Um copo e os pratos da refeição. Ótimo. Nem sequer precisam de ser lavados nessa noite. Afinal, não é como se pudessem aparecer visitas surpresas nos próximos tempos, certo?