NiTfm live

Gourmet e Vinhos

Neste evento vai redescobrir o sabor de receitas milenares de cerveja

O Festival C'Azedu Portuguese Sour & Grape Beer está marcado para sábado, 23 de novembro, em Oliveira de Azeméis.
Um dia de cerveja artesanal.

Vadia, Letra, 8.ª Colina, Piratas Cervejeiros, Maldita, Luzia, Barona e Dos Diabos são as marcas que aceitaram o desafio de participar no Festival C’Azedu Portuguese Sour & Grape Beer, no dia 23 de novembro, sábado. Durante um dia, vai poder experimentar várias receitas ancestrais de cerveja artesanal feitas à moda portuguesa no Vadia Brewpub em Ossela, no concelho de Oliveira de Azeméis.

Nos últimos anos, assistiu-se ao crescimento do interesse pelas cervejas Ale e Lager, mas há um outro tipo que descende de uma tradição milenar: as Sour, que têm um sabor azedo. Existe ainda a Portuguese Grape Ale, um projeto de cervejeiros portugueses que produz a bebida a partir da mistura do mosto do malte de cereais com o mosto proveniente de uva de casta nacional e que, no final, passa por um estágio em barricas de madeira.

Promover estes diferentes estilos de cerveja artesanal e tornar os seus sabores mais conhecidos e apreciados é o grande objetivo da segunda edição do C’Azedu Portuguese Sour & Grape Beer. 

O festival decorre no sábado, entre as 17 e as 02 horas, e a entrada custa apenas 3€. Se quiser participar num seminário dedicado às cervejas Sour, entre as 8h30 e as 17 horas, o preço é de 45€ para os profissionais e 60€ para o público em geral.

O bilhete inclui uma visita à fábrica de cortiça do Grupo Amorim e a projeção de um documentário sobre as cervejas de estilo Lambic, selecionadas para o almoço de harmonização preparado pelo sommelier de cerveja Gonçalo Faustino.

O seminário também terá apresentações de estudos científicos ligados ao universo cervejeiro. Um deles é sobre o papel dos microorganimos das barricas no fabrico da Lambic e outro sobre as barricas de madeira tropical na identidade da cerveja brasileira.