gourmet e vinhos

Mercado 31 de Janeiro pode vir a chamar-se Açucena Veloso

A Associação de Comerciantes nos Mercados de Lisboa vai propor a alteração do nome como homenagem à peixeira dos chefs.

O Mercado 31 de Janeiro pode vir a mudar de nome como homenagem à “peixeira dos chefs”. Açucena Veloso morreu este domingo, 11 de fevereiro, na sequência de um acidente de automóvel. A proposta é da A Associação de Comerciantes nos Mercados de Lisboa e vai ser apresentada à Assembleia Municipal.

Segundo o jornal “Público”, a mudança para Mercado Açucena Veloso conta com o apoio do presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, e também da presidente da junta de freguesia de Arroios, Margarida Martins, onde se encontra o mercado.

Açucena Veloso morreu aos 65 anos e trabalhava no mercado desde os nove. Começou por vender limões, mas foi com o peixe que se tornou fornecedora de vários chefs da cidade, como Miguel Castro e Silva, Kiko, Olivier, Justa Nobre e Vítor Sobral.