Gourmet e Vinhos

Master Copper: a frigideira da televisão que afinal é uma fraude

Quem o diz é a Deco que analisou o utensílio de cozinha e vai agora ajudar os consumidores que se sentem enganados com o anúncio.

O chef Juan Sánchez só diz maravilhas.

Começou com um anúncio na televisão a prometer cozinhados perfeitos sem agarrar e depois passou a ser vendida nos supermercados Continente e Lidl. Se ainda estava a pensar comprar a frigideira Master Copper, o melhor é pensar noutra opção. Depois de vários vídeos no YouTube a mostrarem o fracasso do utensílio, foi a vez da Deco testar a frigideira. Os resultados não podiam ser piores — até uma da Ikea a 3€ foi melhor — e agora foi criada uma página para ajudar todos os que querem reclamar e ser reembolsados.

Em laboratório a Deco concluiu que a frigideira é de alumínio com um revestimento antiaderente e não de cobre, como o próprio nome indica — Copper. No teste foi usada o utensílio da televisão, mas também uma da Silampos e outra IKEA, todas submetidas às mesmas provas. A Master Copper apenas foi melhor no teste de resistência ao risco. Nos restantes, como o de fazer um ovo estrelado, uma omelete, caramelo, derreter um copo de plástico, ou fazer uma pizza mostrou piores resultados.

A Master Copper começou a ver vendida na TV Shop e EHS.tv. Custava 29,95€ e desde abril deste ano que passou também a estar disponível no Continente (29,35€) e também nas lojas do Lidl (19,99€). À Deco chegaram muitas reclamações de consumidores que se sentiram enganados. Agora foi feita também uma denúncia à Direção-Geral do Consumidor.