NiTfm live

gourmet e vinhos

Alle Wine: a app portuguesa que foi à Web Summit para mudar o enoturismo

A startup esteve na feira de empreendedorismo em Lisboa à procura de novos investidores e parceiros. Fica disponível no início de 2020.
A aplicação fica disponível em 2020.

Numa só aplicação vai conseguir reservar provas de vinhos, restaurantes onde predominam as referências e castas que prefere, planear uma viagem que passe por várias quintas e adegas e até marcar hotéis rurais e várias atividades. Esta é a proposta da Alle Wine, a única app portuguesa ligada ao vinho que marcou presença nesta edição da Web Summit, em Lisboa. A startup esteve no Parque das Nações à procura de novos investidores e parceiros. O objetivo é lançar-se no mercado em 2020.

“Pretendemos ser uma espécie de Booking do enoturismo, mas que englobe muito mais do que hotéis”, explica à NiT António Pé-Curto, 40 anos, o CEO e fundador da Alle Wine. “Percebemos que nesta área estava tudo muito disperso. O grande objetivo é que as pessoas consigam através da nossa aplicação gerir toda uma viagem relacionada com o vinho.”

A Alle Wine começou a ser pensada em 2017, ano em que ganhou o concurso de empreendedorismo da Recevin, a Rede Europeia de Cidades do Vinho. A primeira aparição pública, onde foi possível testar uma versão da app, aconteceu esta terça-feira, 5 de novembro, na Web Summit.

“Estivemos um dia com stand e tivemos alguns interessados.” Foi apenas um dia, mas António Pé-Curto e outros dos responsáveis vão ficar até ao fim da feira. António é investigador na área do vinho no ISCTE, em Lisboa. Da Alle Wine fazem ainda parte Pedro Santos, diretor de operações, Jorge Cura, da área financeira, e Marta Vendeiro, uma das duas enólogas do projeto.

Pode marcar várias experiências.

Quando começou, a Alle Wine focou-se mais em experiências na zona de Lisboa. Agora já conta com parceiros no Alentejo, Dão ou Bairrada. “O recrutamento será feito de duas formas: iremos contactar espaços, mas também as próprias empresas se podem querer associar.”

No início de 2020 será lançada a aplicação em Portugal. Todos os pagamentos e agendamentos serão feitos na Alle Wine. “Está tudo integrado no mesmo sítio.” Nesta primeira fase a app vai esta disponível em português, inglês e espanhol. Depois ficará também em francês e alemão.

Outro dos objetivos é que fique depois disponível com experiências e marcações noutros países e não apenas em Portugal. “Queremos chegar aos mercados do Brasil, Espanha, Itália e França.”

Estiveram na Web Summit.

O nome é fácil de explicar e teve origem no dicionário alemão. “Queríamos usar uma palavra neutra, não gasta. Alle significa tudo em alemão. Muitas pessoas não sabem, mas Uber também é uma palavra alemã que significa via. Quisemos criar uma marca forte com o Alle Wine.”

O projeto terá ainda um site, mas tudo será direcionado para a aplicação que irá estar disponível para os sistemas Android e iOS.

localização, contactos e horários

site e redes sociais