NiTfm live

Cafés e Bares

A Pepicon Pâtisserie faz 230 bolos por mês e vai abrir a primeira loja em Lisboa

Além de naked cakes, a confeitaria vende brigadeiros, cookies, brownies e outros doces artesanais.
Estes dois são mini cakes.

A história da Pepicon Pâtisserie é muito mais do que uma paixão por confeitaria e uma vontade de ter um negócio próprio. A ideia para a marca de bolos e doces surgiu após o encontro de dois jovens brasileiros em Lisboa. 

Carolina Pepicon e Felipe Kineippe, ambos de 25 anos, cruzaram-se na escola, tinham vários amigos em comum e moraram no mesmo bairro do Rio de Janeiro. Por incrível que pareça, a primeira vez que se viram foi em Portugal e nunca mais se largaram.

Carolina veio para o País fazer pós-graduação em gestão de marketing. Felipe escolheu uma pós-graduação em gestão de empresas. Em outubro de 2017 começaram a namorar e seis meses depois decidiram investir no sonho de abrir um espaço — cujas obras vão arrancar entretanto.

Ainda antes disso, começaram a cozinhar. Os primeiros produtos da Pepicon foram os ovos de Páscoa recheados. Os sócios confecionavam os doces em casa, de forma totalmente artesanal. O sucesso foi tão grande, que foram obrigados a arrendar uma cozinha para conseguir atender os pedidos.

“Antes do fim de 2018 entregávamos 150 bolos por mês. Como o horário comercial da cozinha já não era suficiente, encontramos a loja perfeita onde poderíamos preparar os nossos doces e ter um local para atender os clientes no futuro”, conta Carolina Pepicon à NiT.

Apenas os sócios tratam da produção para garantir a qualidade do serviço. Para não recusarem uma encomenda de uma marca francesa para uma ocasião especial, fizeram sozinhos 3500 brigadeiros em três dias.

Na véspera do Natal, entregaram 70 bolos e na Páscoa deste ano venderam quase 400 ovos de chocolate recheados. Agora, a média mensal é de 230 bolos.

Em maio, começam as obras na loja que arrendaram bem próxima da Cidade Universitária. A previsão é que a Pepicon Pâtisserie saia do mundo virtual e passe a atender os clientes neste espaço a partir de junho.

“A nossa preocupação era ter um espaço com uma boa acessibilidade, estacionamento à porta e que o cliente se sentisse em casa e gostasse de passar o tempo aqui”, explica Carolina.

A confeitaria segue uma linha mais rústica com naked cakes, brigadeiros, cookies e brownies. Aqui, o cliente personaliza o que quiser: cobertura, recheio, tamanho, tipo de massa e decoração.

A nova loja vai ter um design acolhedor com três ambientes diferentes. Um balcão para quem quiser um lanche rápido, uma mesa grande para partilhar com amigos ou estudar e uma área mais reservada para quem quiser tomar um café, comer uma fatia de bolo e passar o tempo.

“O foco da loja física será a venda de fatias de bolo e dos diferentes tipos de brigadeiro. Assim, as pessoas podem experimentar antes de comprar. Além disso, teremos naked cakes prontos para quem precisar de um bolo de emergência, mas o ideal é sempre encomendar.”

O preço médio de um naked cake, com 25 fatias, é 35€. Se preferir um mais pequeno, há o mini cake, com quatro fatias, que custa 18€.

Os valores podem mudar de acordo com o número de fatias e o estilo da decoração escolhida. Por enquanto, os pedidos podem ser feitos através do email pepiconpatisserie@nullgmail.com e pelo telefone 912 021 715.

Carregue na galeria para conhecer os doces da Pepicon Pâtisserie.

localização, contactos e horários