Cafés e Bares

Paul: a pastelaria francesa à conquista de Cascais

Depois de Lisboa, a marca inaugurou mais um espaço em Portugal com macarons, pain au chocolat, quiches e muita variedade de pão. 

O difícil vai ser escolher da vitrine.

Na Baía de Cascais já não se avista só ao longe um barco a arder. Agora, está cheia a pão e bolos frescos. É assim a nova pastelaria francesa da vila — a Paul — que abriu este sábado, 15 de julho, mais um espaço em Portugal com uma elegante vitrine carregada de boas sugestões. Croissants, parmiers, pain au chocolat ou tartelettes. Tudo bons motivos para passar por lá à primeira oportunidade.

A Paul fica no edifício do recente Cascais Visitor Center, um espaço de informação turística com auditório e uma pequena loja para comprar as típicas recordações. A pastelaria tem algumas cadeiras no interior, mas o melhor mesmo é aproveitar a esplanada com capacidade para 25 pessoas e vista para a Baía de Cascais.

Éclairs, escargots (os caracóis folhados com passas), briochettes (os queques brioches), sandes e saladas com salmão fumado, queijo creme ou atum fazem também parte das opções. Na pastelaria, há ainda diversas variedades de pão, como baguetes normais, com sementes de sésamo, papoila ou azeitona.

A marca tem mais de 125 anos e abriu em Portugal a primeira loja de rua no início de 2016. Antes disso era possível experimentar os produtos da Paul na zona de embarque do Aeroporto de Lisboa. Agora, os pães e bolos estão também no Aeroporto de Faro e em Cascais.

A pastelaria abriu em 1889 no norte de França, perto da Lille. Em 1985, a marca começou a internacionalização com a abertura da primeira loja fora de França — em Barcelona. Está presente em mais de 30 países com mais de 500 lojas de fornos ligados e vitrines muito apelativas.

Paul Cascais oficialmente ABERTA!!Aguardamos a sua visita!!!

Publicado por PAUL Portugal em Sábado, 15 de Julho de 2017

 

localização, contactos e horários

morada
  • Paul – Cascais [ver mapa]
    Praça 5 de Outubro, Cascais
    2750-642 Cascais
    localização
    Grande Lisboa
site e redes sociais
Quero sugerir uma alteração ao texto ou enviar uma mensagem ao autor deste artigo