NiTfm live

cafés e bares

Isco: a nova padaria artesanal de Alvalade

Têm fornadas a sair durante todo o dia. Há pão feito com farinha de moleiro, mas também produtos de pastelaria, alguns com nomes estranhos como kanelbullar — mas é delicioso.

Paulo Sebastião começa a trabalhar às sete da manhã.

Os fornos estão ligados durante todo o dia na Isco, a nova padaria artesanal de Lisboa. Não há horas específicas para as fornadas, saem sempre que é necessário, por isso o cheiro a pão acabado de fazer é uma constante no novo espaço de Alvalade. O pão é produzido de forma artesanal com farinhas de moleiro e quase todo com massa mãe, o fermento natural, sem químicos.

As portas da Isco só abrem às 10 horas, mas a partir das sete já Paulo Sebastião tem farinha por todo o lado. É o responsável pela nova padaria artesanal da cidade e já se habitou a acordar cedo para trabalhar, ou a não dormir, melhor dizendo. “Estagiei numa padaria em Estocolmo onde entrava às duas da manhã. Tinha o meu trabalho normal e depois aos fins de semana ia ali aprender”, explica Paulo à NiT.

Fez isto durante três anos enquanto trabalhava como consultor informático na Suécia. Estudou engenharia informática no Instituto Superior Técnico, em Lisboa, e foi trabalhar para Estocolmo, onde esteve nos últimos 10 anos. Foi aí, em casa, que começou a fazer as primeiras experiências com diferentes farinhas.

Os resultados publicava depois na “Zine de Pão”, um blogue que criou na altura. “Agora está um pouco parado, mas publicava as receitas e algumas opiniões sobre pão.” A padaria onde estagiou abriu mesmo à porta da casa onde vivia em Estocolmo. Começou a interessar-se cada vez pela área até que em 2015 deixou a informática para se dedicar à padaria. Trabalhou na Suécia, mas em 2017 regressou a Portugal.

Há fornadas durante todo o dia.

Recebeu um convite na área no País e agora abriu a primeira padaria própria. “Percebi que em Portugal as pessoas também já estavam a perceber que há pão bom e pão mau.” Na Isco trabalham dois padeiros e uma pessoa na frente de loja, a atender os clientes. A zona de produção é aberta, pode acompanhar todo o processo desde a massa, à fermentação e depois à cozedura. Fazem pão de espelta e centeio (4,50€), de trigo (3,50€) e também de mistura (4€).

Artesanais são ainda as baguetes (desde 1,50€), os pain au chocolat (2,20€), os croissants (1,80€), e também os kanelbullar e kardemummbullar. Os nomes são estranhos, mas é delicioso. São bolos enrolados típicos suecos preparados com canela e cardamomo. Cada um custa 1,50€.

Na Isco há lugar para 18 pessoas. Pode sentar-se e pedir uma das sugestões que estão no balcão. A padaria abriu no início de setembro e querem agora fazer almoços à base de pão. Há sandes de brie e presunto ou tomate e mozzarella. Brevemente chegarão os vinhos para acompanhar o pão.

Carregue na foto para saber mais sobre a nova Isco.

localização, contactos e horários

morada
  • Isco [ver mapa]
    Rua José D'Esaguy 10D, 1700-267 Lisboa
    1700-267 Lisboa
    localizações
    Lisboa, Alvalade
site e redes sociais
horários
  • Das: 10:00
  • Às: 19:00
  • sábado das: 09:00
  • às: 15:00
  • Fecha domingo e segunda.

ficha técnica

tipo(s) de cozinha
Padaria
intervalo de valores
Menos que 10€