Cafés e Bares

Durante cinco dias pode provar bacalhau de todas as formas na zona de Aveiro

É a 11.ª edição daquele que se intitula como um dos maiores festivais gastronómicos do País. Começa esta quinta-feira, 8 de agosto, na Gafanha da Nazaré. 

A Gafanha vai encher-se de bacalhau/Foto de Panoramio.

O que não falta são maneiras de confecionar bacalhau. À Brás, à Gomes Sá ou simplesmente com batata e ovo cozido. Seja qual for o seu prato favorito em Ílhavo, no distrito de Aveiro, mais precisamente, no Jardim Oudinot, na Gafanha da Nazaré, vai poder provar a partir desta quinta-feira, 8 de agosto, as mais variadas formas de o cozinhar.

Na 11.ª edição do Festival do Bacalhau há showcookings, degustações, concursos, workshops, oficinas, mostras de artesanato, visitas especiais ao Navio-Museu Santo André, atividades desportivas (aulas de fitness e relaxamento), espetáculos, concertos e ainda aquela que é chamada a corrida mais louca da ria.

São vários restaurantes, associações, coletividades e bares que se associaram a este evento e que preparam petiscos como pão com bacalhau ou chouriço em padas de Vale de Ílhavo e diferentes pratos com aquele que é o alimento central do evento. 

O Festival do Bacalhau resulta de uma parceria entre a Câmara Municipal de Ílhavo e a Confraria Gastronómica do Bacalhau. O Pavilhão Terra Mar abre na quarta-feira, 8 de agosto às 17h30 e encerra à meia-noite. Nos restantes dias, de 9 a 12, as portas estão abertas a partir das 13 horas. Conheça a programação completa na página do evento. A entrada é gratuita, só paga o que consumir.

Além dos pratos de bacalhau, há muita música para ouvir. No Palco Mar passam os The Black Mamba, no primeiro dia, os HMB, na quinta-feira, Quinta do Bill, na sexta, e Bonga, no sábado. O festival termina do domingo, 12 de agosto.