NiTfm live

Cafés e Bares

Cerveja Vadia tem uma novidade inspirada no Mar Báltico

A Vadia Nautika é a nova sugestão da marca.
Já pode ser provada no bar da empresa.

A marca artesanal portuguesa Cerveja Vadia tem agora uma baltic porter, a Vadia Nautika. Pertence à gama de Harmonização e foi inspirada numa receita do século XVIII. A bebida era produzida por cervejeiros dos países da costa do Mar Báltico, daí o nome.

Os mestres cervejeiros desses locais criaram este estilo de cerveja para copiar a famosa imperial stout e vender à Rússia, uma vez que as tropas de Napoleão tinham bloqueado as exportações desta e da cerveja porter, ambas de Inglaterra.

Utilizaram matéria prima local e leveduras de fermentação baixa em vez da ale que os ingleses usavam para fermentar as duas cervejas. Apesar do nome da baltic porter, esta bebida é mais próxima, pelas matérias primas e fermentação baixa, do estilo germânico de cerveja preta schwarzbier.

Segundo a empresa, o aroma e o sabor da baltic porter Vadia Nautika “recordam, por um lado, a doçura do malte com notas de caramelo, toffe, nozes com reminiscência a ameixas e uvas passas; e, por outro lado, a intensidade do tostado com notas de chocolate preto amargo e café”.

Tem sete por cento de álcool, corpo macio de cor castanha escura e opaca, com espuma espessa. Harmoniza com ostras, carnes assadas ou grelhadas, enchidos fumados, sobremesas à base de chocolate, frutos vermelhos e/ou gelado de baunilha.

A nova cerveja estará à venda brevemente em todo o País, no canal Horeca, com o preço recomendado de 3,10€ para uma garrafa de 33 centilitros. Já é possível prová-la na fábrica da marca, que tem um brew pub. Ali, a garrafa custa 2,50€ e pode ser também comprada para levar.

A fábrica e o brew pub da Vadia situam-se no número 576 da Rua Comendador Artur J. G. Barbosa, em Oliveira de Azeméis. Também pode experimentar a Vadia Nautika entre os dias 27 e 29 de junho, na Praça do Infante, em Lagos, a propósito do Lagos World Beer Fest, onde haverá até um spa de cerveja.