Restaurantes

Mondo Deli: prove os sabores do mundo entre peças de design

O novo restaurante do Porto também é uma loja e um estúdio de design. E pode levar tudo para casa, das cadeiras, às mesas e até elementos decorativos.

Foto de Elisa Simões

Porto, Cidade do México e Dubai. Esta é uma lista improvável anunciada pelo Section D — um programa da revista “Monocle” dedicado ao mundo do design — como o conjunto de cidades que puseram em prática estratégias para se tornarem centros de design. E se fossem necessárias provas concretas para suportar esta corajosa afirmação, o Mondo Deli estaria no topo da lista. Sim, estamos a falar de um restaurante, que é muito mais do que isso. Já vai perceber porquê.

O Mondo Deli é um restaurante mas também uma loja, onde ainda cabe um ateliê de design e, por fim, no último piso, o apartamento dos dois alemães que deixaram para trás oito anos de vida em Paris. Marcus Zietz, 42, trocou o emprego como jornalista de moda pelo hobby da culinária, uma paixão que agora encara como algo mais a sério. É ele quem comanda a cozinha do Mondo Deli, que descreve como “uma mistura de sabores mediterrânicos, asiáticos e do médio oriente”.

A carta é pouco extensa e aposta na variedade dos pratos para partilhar. Pode provar opções vegetarianas, como as gyozas com tofu e vegetais (5,5€) ou carpaccio de beterraba com iogurte de rábano, vinagreta de maçã e óleo de abóbora (5,5€), mas também pratos como salmão marinado com beterrava, iogurte de pepino e agrião selvagem (9,5€), kebabs de peixe com molho de tomate (13,5€) ou carne de vaca fatiada com pak choi, cogumelos shitake, noodles de arroz e caldo thai (9,5€). Para terminar há duas opções: New York cheesecake (3,5€) ou tarte de chocolate branco e framboesa (3,5€).

Por ali, a comida e o design andam lado a lado. Para além de poder provar os pratos da carta criada por Marcus, nas duas mesas comunitárias colocadas no centro da sala, pode levar para casa as peças espalhadas pelas estantes. Os elementos decorativos também. As cadeiras igualmente. Até as mesas estão à venda. Muitas das peças são criações de Christian Haas, companheiro de Marcus e designer industrial, cujo estúdio se fixou no primeiro piso da casa da Rua do Almada.

“Há três anos o Christian veio cá em trabalho. Quando voltou a Paris disse-me que tínhamos de marcar umas férias em Portugal. Viajámos até ao sul do País e passámos pelo Porto, onde decidimos ficar durante uma pequena temporada de três meses. Foi nesse momento que tomámos a decisão de nos mudarmos definitivamente”, explica Marcus.

Porquê? “Paris é demasiado grande”, refere, enquanto acrescenta que o Porto se encontra “numa fase muito boa”. “É uma cidade charmosa e, ao mesmo tempo, criativa.”

E se criatividade é a palavra-chave, ela existe em abundância no Mondo Deli: na cozinha de Marcus, nos móveis e peças decorativas de Christian, mas também nos objetos que fazem questão de exibir nas estantes e que vêm de variados pontos do mundo. Há porcelanas da holandesa Kirstie van Noort, talheres suecos da Klong e jóias alemãs de Saskia Diez.

Este deli aberto ao mundo não está sempre de portas abertas. Para já, os cozinhados de Marcus Zietzsó são servidos ao jantar, de quinta a sábado. A partir de maio, o Mondo Deli passa a funcionar também à quarta-feira.

Carregue na imagem acima para conhecer o espaço e algumas das especialidades.

localização, contactos e horários

morada
  • Rua do Almada, 501, Porto
    Porto
site e redes sociais
site
http://mondo-deli.com/
facebook
www.facebook.com/mondodeliporto/
horários
Restaurante: quinta-feira a sábado, 20h—23h.
Loja: quinta-feira a sábado, 15h—23h.

ficha técnica

tipo(s) de cozinha
Internacional
região
Porto
intervalo de valores
Entre 20€ e 30€
aceita reservas?
sim
Quero sugerir uma alteração ao texto ou enviar uma mensagem ao autor deste artigo