Rafael Aragão

Rafael Aragão

cronista


Sempre tive uma inclinação para a escrita e para a comédia. A inclinação era para a direita, estilo itálico, e a comédia resultava todos os dias numa reprimenda dada pela professora primária. Os carros estão presentes na minha vida desde pequeno. Costumava pendurar-me à janela para adivinhar as marcas dos carros que passavam na rua. Anos mais tarde, decidi juntar estas suas paixões: a comédia e os carros.

as minhas histórias