NiTfm live

Ginásios e outdoor

4 exercícios para pôr fim às dores nas costas

Quem nunca deu por si completamente enterrado na cadeira do escritório? Más posturas geram problemas de coluna. Solução: corrija a forma como se senta e aposte neste manual de exercícios.

Passa muito tempo sentado e é frequentemente atacado por dores nas costas? Aqui tem um guia para se curar.

A banalização dos computadores e da Internet criou todo um novo universo que alterou, radicalmente, os hábitos e comportamentos dos seres humanos. Trouxe muitas coisas boas: fácil acesso à informação, possibilidade de aprofundar conhecimento, novos e mais práticos canais de comunicação, cheios de possibilidades. Tudo isto, 24 horas sobre 24 horas.

Um dos maiores problemas é que para estarmos em frente a um computador, temos de estar sentados. O que é que daqui resulta? Um maior sedentarismo que, além de levantar questões relativas ao aumento de peso (se nos mexemos menos, gastamos menos calorias), cria problemas de cariz postural. Quem nunca deu por si completamente torto na cadeira do escritório?

“A dor nas costas é algo que faz parte do dia-a-dia de muitas pessoas, atualmente. Estamos cada vez mais acostumados a passar todo o dia sentados, à frente do computador ou de outros dispositivos eletrónicos, muitas vezes mantendo uma postura inadequada. Este comportamento pode favorecer o surgimento das incómodas dores nas costas”, explica Paulo Ah Quin, master trainer do Holmes Place com quem a NiT falou para perceber quais é que são os melhores exercícios para atenuar esta sensação e as consequências a longo prazo. 

giphy

 

Estima-se que, pelo menos, oito em cada dez pessoas tenham algum tipo de dor nas costas, pelo menos uma vez na vida, “seja como sintoma de alguma outra doença, ou simplesmente como consequência de um esforço realizado de maneira indevida.”

Paulo Quin explica que “qualquer tipo de dor produz stress e, consequentemente, uma reação de tensão muscular — supostamente de proteção —, que vai limitar o movimento.” Quando este estado se prolonga, “instala-se uma rigidez articular e atrofia muscular que tendem a perpetuar a causa da dor.”

E porque é muito importante combater o sedentarismo e “desenvolver a mobilidade e desenvolvimento muscular”, o PT sugere quanto exercícios que deverão ser feitos diariamente, com duas a três séries, mantendo as posições durante 20 ou 30 segundos.

Devem ser feitos lentamente e progressivamente, dando especial atenção à respiração — expiração prolongada — e relaxamento muscular”, refere. É também importante perceber que “a intensidade do movimento não deve provocar dor” — caso contrário, como recomenda Paulo Ah Quin, deve diminuir a intensidade do exercício. Se mesmo assim sentir dor, o melhor é não o executar.

Para conhecer os exercícios, carregue  na imagem.