NiTfm live

Restaurantes

Estes são os 125 melhores restaurantes de Lisboa

A 10.ª edição do Lisboa à Prova premiou 125 espaços, entre um e três garfos — a escala do concurso gastronómico da cidade.

O Alma do chef Henrique Sá Pessoa tem três garfos e é um dos 10 melhores

No guia Michelin são as estrelas que se destacam, mas no Lisboa à Prova o que interessa são os garfos. Esta quinta-feira, 9 de fevereiro, o Salão Nobre dos Paços do Concelho recebeu a entrega de prémios, ou melhor, garfos, da 10.ª edição do concurso gastronómico mais importante da cidade. Ao todo, foram premiados 125 espaços, com destaque para a entrada de mais três restaurantes na categoria três garfos.

Entre maio e dezembro de 2016, todos os restaurantes que se inscreveram no concurso foram alvo de avaliação. Durante estes meses realizaram-se mais de 700 provas nos espaços e foram avaliadas as cozinhas, o ambiente, o serviço e a relação qualidade/preço.

Em 2016, referente a provas do ano anterior, houve menos um espaço premiado. Mas em compensação, este ano entraram mais restaurantes na categoria de três garfos. É o caso do Alma, de Henrique Sá Pessoa; o Loco, do chef Alexandre Silva, uma distinção natural para os mais recentes Michelin da cidade; e ainda o Panorama, do Hotel Sheraton.

A entrega dos prémios contou com a presença do presidente da câmara municipal de Lisboa, Fernando Medina, dos responsáveis da AHRESP, a Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, e também da ATL — Turismo de Lisboa.

Os vencedores do Lisboa à Prova vão agora fazer parte da várias ações da câmara que irá promover os melhores restaurantes da cidade em eventos com mostras de cinema, arte contemporânea e artes plásticas.

Veja a lista de todos os vencedores do Lisboa à Prova, entre um e três garfos:


1 Garfo (84 restaurantes):

— 1300 Taberna

— 5 Oceanos

— A Fábrica de Santiago

— A Tapadinha

— Cozinha Russa

— A Tasca do Tio Candinho

— A Travessa do Fado